Pesquisa e Inovação

Dentre as linhas de atuação da CPRM no âmbito dos recursos hídricos está a de Pesquisa e Inovação, a qual visa abranger estudos técnico-científicos inovadores em recursos hídricos e incentivar a adoção de novas tecnologias de monitoramento.

O Projeto Dinâmica Fluvial foi um dos primeiros projetos do Departamento de Hidrologia da empresa nessa linha de atuação. Iniciado em 2007, o estudo busca adotar técnicas de sensoriamento remoto para monitoramento hidrológico. Esse trabalho é desenvolvido em cooperação técnica internacional com o Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento da França - IRD. Diversas atividades de campo já foram efetuadas em diferentes regiões do Brasil com essa tecnologia, a qual vem mostrando-se vantajosa na obtenção de dados hidrológicos a muito baixo custo.

Complementarmente a esse trabalho, em 2011, foi proposto o projeto de pesquisa Estudos de Caracterização Hidrológica dos Solos. O projeto tem como um de seus principais resultados o HYBRAS – banco de dados hidrofísicos em solos brasileiros, que faz uma ampla compilação de dados de propriedades hidráulicas em solos do território nacional, além de outros atributos do solo, com descrição dos métodos de determinação dessas propriedades.

Um desafio estratégico para a CPRM no cenário hidrológico nacional é o projeto Estudos Hidroquímicos e Isótopos, tendo suas atividades iniciadas em 2013. Esse projeto objetiva principalmente assimilar e disseminar o conhecimento e a adoção da tecnologia de isótopos, com vistas à sua aplicação como ferramenta para a gestão racional dos recursos hídricos. Em 2017, foi instalada a primeira estação GNIP - Global Network of Isotopes in Precipitation, na intenção de contribuir para o restabelecimento da rede de monitoramento de isotópico de chuva que perdurou entre as décadas de 80 e 90 no Brasil.
  • Imprimir

© Copyright CPRM 2016-2018. Todos os direitos reservados.