Quarta-feira, 07 de dezembro de 2011

CNPq anuncia mudanças na Plataforma Lattes

A plataforma Lattes terá novidade a partir do próximo ano. O sistema está disponível há 11 anos e agora incluirá novas ferramentas que visam estimular atividades de divulgação científica e facilitar a busca por informações e pesquisadores. As mudanças foram anunciadas pelo presidente do CNPq, Glaucius Oliva, durante o 4° Encontro Mídia e Ciência, realizado em Brasília no dia 29/11.

Com a nova estrutura da plataforma, segundo Oliva, os pesquisadores poderão inserir na base curricular as atividades de divulgação científica. Experiência profissional que não era levada em conta nos processos de avaliação de pedido de bolsa. “Avaliar os trabalhos científicos estimula apenas a pesquisa acadêmica. Queremos estimular também a divulgação científica, seja por feiras de ciência ou por entrevistas a jornais”, afirmou.

Para evitar problemas durante a avaliação curricular será criada outra metodologia que estipule pesos para as diferentes atividades profissionais. “Em maio, de 2012, vamos nos reunir com agências de fomento de outros países para discutirmos a melhor maneira de avaliação. Essa é uma preocupação mundial”, disse o presidente da instituição.

Outra novidade da Plataforma é a ampliação das informações na base de dados. Os pesquisadores terão mais campos para explicar os detalhes dos projetos desenvolvidos. Com mais informações, a tendência é que a procura por pesquisas e especialistas fique mais rápida e precisa. Espera-se que no primeiro semestre de 2012, as mudanças já tenham sido aplicadas na base de dados de currículos, instituições e grupos de pesquisa.


Fonte: Felipe Linhares/ C&T online

  • Imprimir

© Copyright CPRM 2016-2019. Todos os direitos reservados.