Segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

CPRM apresenta mapa geológico de Roraima ao senador Chico Rodrigues

 Senador Chico Rodrigues recebe o diretor-presidente Esteves Colnado e o Diretor José Andriotti O diretor-presidente Esteves Colnago e o Diretor de Geologia e Recursos Minerais José Leonardo Andriotti estiveram na quinta-feira (14) no gabinete do senador Chico Rodrigues (DEM/RO), para dialogar sobre os estudos realizados pelo Serviço Geológico do Brasil no estado de Roraima. Ao longo do encontro, o foram debatidas as atribuições do Serviço Geológico do Brasil e os trabalhos realizados no estado.

 Senador Chico Rodrigues foi presenteado com um exemplar do Mapa Geológico e de Ocorrências Minerais de Roraima Os diretores presentearam o senador com um exemplar do Mapa Geológico e de Ocorrências Minerais de Roraima e apresentaram as estruturas geológicas do estado. “Roraima é rico em minerais estratégicos como estanho, tântalo, elementos terras-raras e rochas ornamentais. O conhecimento geológico nessa região é muito importante para fomentar o desenvolvimento do estado e do Brasil”, afirmou o diretor Andriotti.

A apresentação da DGM ficou a cargo do pesquisador Antônio Charles Oliveira que destacou o conhecimento geológico obtido pela CPRM ao longo de 50 de projetos na região amazônica.

O Senador Chico Rodrigues falou sobre a importância de aprofundar o conhecimento geológico no estado. “Sabemos que os levantamentos geológicos desenvolvidos pela CPRM correspondem a uma atividade estratégica que são úteis à descoberta e ao gerenciamento dos recursos minerais. Estamos buscando o conhecimento nessa área para fomentar as pesquisas sobre as nossas riquezas. É preciso incluir a pesquisa mineral na pauta do senado”, declarou.


Já Esteves Colnago colocou o Serviço Geológico do Brasil a disposição do senado e informou que a parceria entre a pesquisa e o poder legislativo é fundamental para o desenvolvimento do país. “Estamos conversando com o ministério da Defesa para que possamos fazer o levantamento de todas as áreas do estado. Cerca de 50% da área não é mapeada devido as áreas preservadas, contudo é preciso o apoio do legislativo para fazer um trabalho de pesquisa e, através dessa pesquisa, podermos contribuir para o desenvolvimento regional”, destacou Colnago.



Letícia Peixoto
Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil (CPRM)
leticia.peixoto@cprm.gov.br
(61) 2108 8400

© Copyright CPRM 2016-2019. Todos os direitos reservados.