Quarta-feira, 08 de novembro de 2017

CPRM participa de estudo voltado ao desenvolvimento de programa de educação ambiental para uso sustentável de recursos hídricos

 Diretor de Hidrologia e Gestão Territorial, Antonio Carlos Bacelar, representa CPRM no evento

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) participou do seminário Estudos Hidrogeológicos da Região Metropolitana de São Luís (RMSL): Subsídios para o uso Sustentável dos Recursos Hídricos, no dia 26, no auditório da Federação de Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), em São Luís, no Maranhão. O objetivo foi desenvolver e discutir propostas para atividades de educação ambiental que possibilitem uma abordagem estratégica privilegiando a participação da população na busca de soluções viáveis para os principais problemas identificados.

Além da CPRM, o seminário contou com a participação de representantes da Federação de Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), da Agência Nacional da Água (ANA) e da Secretaria do Estado de Meio Ambiente e Recurso Hídricos (SEMA/MA). O Diretor de Hidrologia e Gestão Territorial, Antonio Carlos Bacelar, que representou a CPRM no evento, destacou a importância desse encontro no fortalecimento da parceria entre CPRM, ANA e SEMA-MA visando a geração de conhecimento hidrogeológico sobre os sistemas aquíferos da Ilha de São Luís. O chefe da Divisão de Hidrogeologia e Exploração - DIHEXP, João Alberto Diniz, afirmou que o estudo “pretende fornecer os subsídios necessários para a continuidade da gestão das águas futura e atual da Ilha e reforça que é de grande relevância que a população local se conscientize e colabore com o estudo”.
Foram discutidos os seguintes temas: Ações da Agência Nacional das Águas (ANA) em águas subterrâneas; Expectativas do Estado do Maranhão com os Estudos Hidrogeológicos da RMSL; Estudos Hidrogeológicos da RMSL – Escopo e Estágio de Desenvolvimento; Programa de Educação Ambiental (PEA) dos Estudos Hidrogeológicos da RMSL. Além disso, houve as apresentações dos resultados preliminares do estudo em questão, desde o Uso e Ocupação do Solo, Geologia e Hidrogeologia até a Hidrologia, Clima e Balanço Hídrico.

Os principais resultados deste estudo deverão ser a caracterização dos Sistemas Aquíferos Barreiras e Itapecuru, com a produção de mapas temáticos (hidrogeológico, hidroquímico, potenciométrico e de transmissividade), do modelo conceitual e matemático de funcionamento destes, e da avaliação da demanda atual de águas subterrâneas (baseado em um cadastro de poços). Além disso, devem ser levantados dados relativos ao suprimento de água/demandas de águas futuras, sistema de drenagem urbana e geração de esgotos produzidos, bem como de sua coleta e tratamento. Por fim, prevê a proposição de estratégias de manejo sustentável, com foco nos modelos de gestão participativa, integrada e no estabelecimento de mecanismos de proteção, controle e/ou restrição do uso das águas subterrâneas.

A proposta é desenvolver um Programa de Educação Ambiental, assim como estratégias específicas relacionadas aos instrumentos de gestão, à qualidade associada às atividades urbanas e às atividades rurais, e à proposição de áreas de restrição e controle do uso da água subterrânea, áreas de proteção de aquíferos e perímetros de proteção de poços de abastecimento, bem como uma proposta de Modelo de Gestão das Águas.

As atividades que deverão ser desenvolvidas na área de educação ambiental devem ser especificadas e detalhadas, correlacionando as situações de competências de diferentes atores: tais como órgão gestor, Companhia de Saneamento, Secretaria de Planejamento das prefeituras das cidades da RMSL, universidades, representante de usuários privados e outros.

O prazo de execução do estudo está previsto em 20 meses, sendo que durante toda a sua execução haverá o acompanhamento de uma Comissão Técnica de Acompanhamento e Fiscalização dos Trabalhos (CTAF), formada por profissionais indicados pela ANA, Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (SEMA/MA), empresas de saneamento, Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), prefeituras e representantes do Conselho de Recursos Hídricos do Estado do Maranhão.

 Representantes da CPRM, FIEMA, ANA e da SEMA/MA participam do evento  Diretor de Hidrologia e Gestão Territorial, Antonio Carlos Bacelar

Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
(61) 2108-8400

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.