Terça-feira, 06 de dezembro de 2011

Fronteira Brasil-Colômbia reúne técnicos dos serviços geológicos dos dois países

 Nohora Emma Ramírez, Yaneth Barrera, Carlos Schobbenhaus, Jorge Gómez Tapias, Fernanda do Nascimento, Leopoldo González e Marcelo Almeida Equipes dos serviços geológicos do Brasil e da Colômbia se reuniram no começo desse mês (dezembro), na cidade de Tabatinga (AM) para analisar e trocar informações sobre o Projeto Mapa Geológico de Recursos Minerais da América do Sul, e bases de dados relacionais, escala 1:1.000.000 (SIG-América do Sul, 1:1M). E concluir os trabalhos relativos à integração das folhas NA. 19 (Pico da Neblina) e SA.19 (Içá).

 

Durante o encontro foi feito o ajuste dos arquivos digitais das referidas folhas e acertos das informações da base cartográfica e das unidades geológicas com o uso de imagens Geocover e SRTM. Os códigos estratigráficos foram padronizados de acordo com o modelo apresentado pelo Brasil, que deverá alimentar o banco de dados utilizado para o Mapa da América do Sul, 1:1M. O encontro de Tabatinga permitiu a conclusão do trabalho pelos representantes dos dois países.

 

Os participantes da reunião foram Carlos Schobbenhaus, Marcelo Esteves Almeida e Fernanda Cruz do Nascimento do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), e Jorge Gómez Tapias, Nohora Emma Montes Ramírez, Yaneth Montaña Barrera y Leopoldo González do Serviço Geológico da Colômbia. As atividades conjuntas entre as equipes dos dois países foram realizadas na Universidade Estadual da Amazônia, que gentilmente cedeu um espaço adequado em suas dependências.

 

Adicionalmente, Carlos Schobbenhaus discutiu com Jorge Gómez Tapias a metodologia, conteúdo, formato e modelo de legenda para a execução da nova edição do Mapa Geológico da América do Sul, escala 1: 5.000.000, sob a égide da Comissão da Carta Geológica do Mundo (CGMW) com o necessário apoio dos diversos serviços geológicos. A coordenação continental dos trabalhos para a execução desse mapa é da responsabilidade de ambos, como representantes da CGMW no continente sul-americano.

 

Por fim, Marcelo Esteves Almeida, gerente de geologia e recursos minerais da SUREG-MA, atendendo solicitação do colega Leopoldo González, relatou o modus operandi da CPRM e sua experiência pessoal em trabalhos de campo para execução da cartografia geológica da Amazônia brasileira, com ênfase na metodologia de trabalho e logística, tendo em vista que o Serviço Geológico da Colômbia planeja realizar proximamente levantamentos geológicos em território da Amazônia colombiana.

  • Imprimir

© Copyright CPRM 2016-2019. Todos os direitos reservados.