Sexta-feira, 05 de outubro de 2018

Minas e Bahia recebem seminário sobre a gestão integrada de águas superficiais e subterrâneas

A pesquisadora Maria Antonieta Mourão fala sobre os estudos da CPRM na região do Rio Verde durante o seminário. O Serviço Geológico do Brasil e a Agência Nacional de Águas, realizaram entre os dias 25 e 27 de outubro, o primeiro seminário sobre os estudos para a implementação da gestão integrada de águas superficiais e subterrâneas nas sub-bacias dos rios Verde e Carinhanha, que pertencem à bacia do Rio São Francisco. Os seminários aconteceram nas cidades de Jaíba (MG) e Carinhanha (BA) e contou com a participação de autoridades locais, representantes das comunidades e estudantes.

Os estudos fazem parte das metas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) para a implementação do projeto piloto de gestão integrada. A finalidade dos seminários é divulgar os estudos que serão realizados nas regiões para facilitar o levantamento das informações em campo através da disponibilização de dados e acesso às propriedades, especialmente na primeira etapa em que consiste o cadastramento dos usuários da água.

João Diniz, Chefe da Divisão de Hidrogeologia e exploração da CPRM, afirma que o trabalho em parceria com a ANA passou pelos estados do Maranhão, Manaus e agora se estende a Minas Gerais e Bahia. “Esse projeto é um grande desafio para a CPRM, pois envolve todas as áreas de atuação da empresa. O resultado desse estudo será a melhoria da qualidade de vida, não só da população local, mas de todo o nordeste, considerando a importância do Rio São Francisco”, declarou João Diniz.

Representantes da CPRM, ANA e autoridades locais na Câmara de Jaíba Aquífero Urucuia Os rios Verde Grande e Carinhanha são afluentes do rio São Francisco. A bacia do rio Carinhanha está no oeste da Bahia, na parte sul do Aquífero Urucuia. A região do Aquífero possui capacidade para expansão agrícola, com intenso uso para irrigação.

Para Letícia Moraes, especialista em Recursos Hídricos da ANA, é importante saber o quanto os aquíferos das bacias estudadas contribuem para os rios de domínio da União e qual é o impacto da extração da água subterrânea sobre a vazão desses rios.

Bacia do rio Salobro e região Jaíba: área de investigação proposta “A partir desse conhecimento, pretende-se construir normas conjuntas com os órgãos gestores estaduais de recursos hídricos, que são os responsáveis pela regulação das águas subterrâneas e estão envolvidos no projeto. É preciso entender que a água é uma só. O que se pretende não é proibir os usos, mas fazer uma gestão mais eficiente, de modo que todos possam ter acesso a ela.”, explicou Letícia.

Em Jaíba, Dirceu Colares, presidente do Comitê Rio Verde Grande - órgão com área de atuação na bacia do rio verde grande - falou sobre a importância do projeto e se colocou a disposição como mediador entre os órgãos federais e o público alvo na coleta de dados. “Essa reunião está marcando o desenvolvimento regional, e nós, do comitê, firmamos o compromisso em auxiliar na captação dos dados necessários para esses estudos, que certamente trarão mais desenvolvimento para a nossa região”.

Paulo César Ferreira, estudante do colégio João Duque em Carinhanha (BA), participa do Seminário. Já em Carinhanha, o seminário teve a participação dos alunos do colégio estadual Coronel João Duque de Carinhanha. Os alunos assistiram ao seminário e tiveram a oportunidade de participar da discussão.

O professor de geografia Roberto Carlos Machado aprovou a iniciativa. “Nós somos uma região em que quase não há informações sobre nossos recursos hídricos. A partir desse seminário nossos alunos puderam conhecer mais profundamente a importância da conservação do nosso rio. Nós pretendemos levar adiante o conhecimento repassado aqui para as demais turmas do nosso colégio, fazendo com que a nossa cidade interaja mais nas questões hídricas do nosso município”, comentou o professor.

O próximo seminário sobre os estudos para a implementação da gestão integrada de águas superficiais e subterrâneas será realizado na cidade de Montes Claros, com previsão para o dia 19 de outubro.

Para acessar as apresentações dos Seminários, clique aqui.

Para acessar a galeria de fotos, clique aqui.

Letícia Peixoto
Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
(61) 2108-8400
  • Imprimir

© Copyright CPRM 2016-2018. Todos os direitos reservados.