Quarta-feira, 03 de outubro de 2018

Rios Caí e Taquari sobem e colocam municípios em alerta no RS

Gráfico com a previsão de cota para o rio Caí em São Sebastião do Caí (verde) e em Montenegro (azul). Após chuvas intensas nas últimas 48 horas, os rios Caí e Taquari entraram em alerta para inundação. Os dados são do Sistema de Alerta Hidrológico dos Rios Caí (SAH-Caí) e Taquari (SAH-Taquari), ambos operados pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Os boletins foram divulgados na manhã desta quarta-feira, dia 03/10. A engenheira hidróloga da CPRM, Andrea Germano, ressalta que a tendência é subida dos rios nas próximas horas.

O nível no rio Caí nos municípios de São Sebastião do Caí e em Montenegro tende a subir e ficar próximo da cota de inundação. A previsão é do rio atingir 9,82m em São Sebastião do Caí e 5,59m em Montenegro às 17h30. A cota de inundação em São Sebastião do Caí é 10m e em Montenegro 6m.

Gráfico com a previsão de cota para o rio Taquari no município de Estrela. O nível do rio Taquari também está subindo. Em Estrela e Lajeado, a previsão já aponta a possibilidade do rio atingir a cota de 17,20m, sendo que a cota de inundação é de 17m. Já em Muçum, a situação é mais confortável, pois a cota de inundação é de 16m e a previsão indica níveis entre 10,30 m e 11,30 m. No município de Encantado, o nível previsto está entre 8,10 m e 9,10m, onde a cota de inundação é 11m.

Tanto na bacia do rio Taquari quanto na bacia do rio Caí, a média de chuva registrada nas últimas 48h foi de 60mm. Novos boletins extraordinários sairão às 18h com o monitoramento até as 17:30h e as previsões futuras. Os SAHs do Caí e Taquari são formados por um conjunto de estações de monitoramento hidrológico que dão subsídios para a realização de previsões de nível de rios para áreas socialmente vulneráveis a inundações com o objetivo de mitigar eventuais prejuízos para vida e patrimônio da comunidade afetada.

Os boletins extraordinários de alerta de inundação são repassados ao CEMADEN, CENAD, ANA, Defesa Civil estadual, defesas civis locais. Os dados transmitidos remotamente são armazenados e disponibilizados ao público, em tempo real, no portal da CPRM.

Os dados hidrológicos utilizados neste boletim são provenientes da Rede Hidrometeorológica Nacional operada pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e de responsabilidade da Agência Nacional de Águas (ANA), e demais parceiros.

Clique aqui para conferir o Sistema de Alerta de Eventos Críticos (SACE) da bacia do Rio Caí e aqui para a do Rio Taquari.

Janis Morais
Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
(61) 2108-8400
(51) 3406-7361
  • Imprimir

© Copyright CPRM 2016-2018. Todos os direitos reservados.