Terça-feira, 10 de abril de 2018

Serviço Geológico do Brasil debate a estiagem na região Sudeste

 O pesquisador Eber Andrade em palestra no CREA/MG. Alice Castilho foi a moderadora da mesa de debates. Belo Horizonte- Para exercer a missão de disseminar o conhecimento geocientífico, o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) está participando do II Simpósio Latino-Americano de Monitoramento das Águas Subterrâneas, em Minas Gerais, promovido pela Associação Brasileira de Águas Subterrâneas (ABAS), nos dias 8 a 11 de abril. Os pesquisadores da Diretoria de Hidrologia e Gestão Territorial (CPRM) participam dos debates sobre a discussão das práticas de monitoramento hidrogeológico.

Na abertura do Simpósio, o Chefe do Departamento de Hidrologia, Frederico Cláudio Peixinho, destacou a importância deste evento relembrando que há 12 anos foi realizado o I Simpósio do gênero, o qual representou um marco inicial para mudança de paradigma da abordagem integrada e sistêmica das águas superficiais e subterrâneas. Destacou ainda, que este Simpósio dará oportunidade para troca de experiências no plano técnico-científico, além de reforçar a conscientização sobre a importância da preservação da água.

No segundo dia o pesquisador Eber José de Andrade Pinto ministrou a palestra “Estiagem Crítica na Região Sudeste do Brasil”. Eber falou sobre o trabalho que a CPRM vem fazendo desde 2014 na região sudeste, que levou a empresa a adotar uma nova metodologia de operação da rede hidrometeorológica nacional, aumentando a frequência de medições de vazões mínimas nas bacias afetadas pela estiagem severa e disponibilizando-as em tempo hábil, para a geração de relatórios e prognósticos de estiagens na região submetida a este tipo de fenômeno”.

Os estados de Minas Gerais e São Paulo foram os primeiros a se beneficiar com esta dessa nova abordagem de disponibilização de informações relacionadas com eventos hidrológicos críticos. As SUREG´s BH e SP geraram relatórios e documentos que estão disponíveis gratuitamente no site da CPRM.

A partir de então a CPRM se tornou pioneira no fornecimento de informações sobre o regime hidrológico de estiagens em formato de relatórios e prognósticos. “Esse foi um elemento muito importante para que as autoridades pudessem se embasar para a tomada de ações de curto e médio prazo para mitigar os efeitos decorrentes de estiagens e seca”, declarou Frederico Cláudio Peixinho.

A partir da análise do comportamento climático, do regime hidrológico e das precipitações ocorridas nessas bacias ao longo de um dado período, as autoridades fazem prognósticos para os próximos meses e projetam cenários para os próximos anos. “É possível efetuar um acompanhamento dinâmico das estiagens, colocando à disposição dos planejadores e gestores informações valiosas para tomada de decisão. Atualmente pode-se dizer que houve uma melhoria no quadro de estiagens. As precipitações sobre as bacias entre out/2017 e mar/2018 alcançaram 80% da média histórica”, considera o pesquisador.

Eber alerta que o cenário pode sofrer modificações constantes, por esse motivo o trabalho da CPRM em realizar as medições é imprescindível para que os dados se mantenham atualizados para embasar as autoridades e os usuários dos recursos hídricos na tomada de decisão.

O II Simpósio Latino-Americano de Águas Subterrâneas acontece no auditório do CREA, em Minas Gerais e conta com 30 conferencistas convidados do Brasil e América Latina, além de expositores e palestrantes durante os quatro dias de evento.

 Estande da CPRM no II Simpósio Latino-Americano de Águas Subterrâneas Confira a programação de terça-feira (10/04)

10 DE ABRIL DE 2018 – TERÇA-FEIRA

MONITORAMENTO HIDROGEOLÓGICO

09:10 às 09:50h/ Palestra 7 – Monitoramento Hidrogeológico em Aquíferos Fraturados

Décio Antônio Chaves Beato, Pesquisador em Geociências do Serviço Geológico do Brasil – CPRM

16:20 às 17:00h/ Palestra 13 – Rede Integrada de Monitoramento de Águas Subterrâneas – RIMAS

Maria Antonieta de Alcântara Mourão, Hidrogeóloga Sênior do Serviço Geológico do Brasil – CPRM

Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
(61) 2108-8400

© Copyright CPRM 2016-2018. Todos os direitos reservados.