Quarta-feira, 25 de julho de 2018

Serviço Geológico do Brasil fomenta mineração no norte de Mato Grosso

O superintendente Regional de Goiânia, Gilmar Rizzotto, durante abertura do 4º Seminário das Províncias Metalogenéticas Brasileiras
O Serviço Geologico do Brasil (CPRM), por meio da Superintendência Regional de Goiânia, realizou entre 19 e 21 de julho o 4º Seminário das Províncias Metalogenéticas Brasileiras, com foco na Província Aurífera Juruena-Teles Pires, que abrange toda a porção norte de Mato Grosso e o sudeste do Amazonas.

O evento teve 215 participantes, com público formado por representantes de empresas de mineração, órgãos governamentais das esferas municipal, estadual e federal, entre eles a Prefeitura de Peixoto de Azevedo, METAMAT, Agência Nacional de Mineração (ANM), Associações e Cooperativas do setor mineral, universidades, estudantes de geologia e consultores que atuam no setor mineral.

Foram realizadas 17 palestras de cunho técnico-científico, sendo seis palestras ministradas pelos geólogos da CPRM, nas quais foram destacadas as atividades de investigação geológica que a Superintendência de Goiânia vem realizando naquela região, mostrando o avanço no conhecimento geológico e disponibilizando informações geocientíficas que fornecem subsídios ao fomento do setor mineral nos estados de Mato Grosso e Amazonas.

O evento contou com uma mesa redonda formada por diversas autoridades do setor mineral público e privado e das universidades com a temática “Revitalização da Mineração na Província Aurífera Juruena-Teles Pires”. Entre os assuntos discutidos no encontro merece destaque a proposta de formação de parcerias entre empresas privadas, universidades e CPRM no intuito de alavancar o setor mineral e promover uma divulgação abrangente de que os recursos minerais são essenciais e necessários ao crescimento do país.

Segundo Gilmar Rizzotto, superintendente Regional de Goiânia, “o evento propiciou a divulgação dos trabalhos que o Serviço Geológico do Brasil vem desenvolvendo nos estados de Mato Grosso e Amazonas”. Rizzotto ressaltou a importância desses trabalhos para auxiliar no avanço do conhecimento geológico regional e no desenvolvimento sustentável da região norte do Brasil.

Apresentações de trabalhos técnicos pela equipe de palestrantes da CPRM e UFMT.

© Copyright CPRM 2016-2018. Todos os direitos reservados.