Gemas e Pegmatitos do Estado do Ceará

Objetivo e Justificativas

A meta principal da primeira etapa do projeto Gemas e Minerais de Pegmatitos do Ceará é fornecer um diagnóstico atualizado do setor de gemas no estado do Ceará.

O Ceará é portador de um contexto geológico extremamente favorável à ocorrência de corpos pegmatíticos. Os trabalhos de cadastramento mineral anteriormente executados indicam a existência de mais de uma centena de corpos pegmatíticos, muitos deles com viabilidade de explotação econômica. Este setor agrega, em sua maioria, pequenas e médias empresas, responsáveis pelo emprego de considerável contingente de mão de obra desqualificada, notadamente nos períodos de seca.

Sabe-se, também, da existência de centros de artesanato mineral, no município de Quixeramobim, cujo funcionamento depende da regularidade do fornecimento de matéria-prima. A despeito do panorama descrito acima, a região carece de estudos criteriosos e atualizados relacionados à prospecção mineral desses jazimentos, com vistas ao estabelecimento de sua real potencialidade e seleção das áreas mais favoráveis de conter mineralizações de interesse econômico. Com isso, espera-se fornecer subsídios aos órgãos governamentais para um melhor estabelecimento das diretrizes políticas para o setor mineral do estado.


Localização e Acesso

A distribuição dos corpos pegmatíticos no Ceará evidencia uma maior concentração em duas regiões principais, localizadas nas porções nordeste (subprovíncia Pegmatítica de Cristais) e centro-leste (subprovíncia Pegmatítica de Solonópole) do estado. A subprovíncia de Cristais abrange porções dos municípios de Aracoiaba, Cascavel, Morada Nova, Russas e Beberibe. A subprovíncia de Solonópole compreende partes dos municípios de Quixadá, Quixeramobim, Solonópole e Jaguaribe. As atividades propostas neste anteprojeto serão concentradas nas duas regiões citadas acima. Elas possuem boas condições de acessibilidade, partindo de Fortaleza, através de rodovias asfaltadas. Dispõem, também, em seu interior, de densa rede de estradas secundárias, que dão acesso à grande maioria dos corpos mineralizados, transitáveis na maior parte do ano.


 Gemas e Pegmatitos

Geologia Regional

A maioria dos corpos pegmatíticos presentes na área de atuação do projeto Gemas e Minerais de Pegmatitos do Estado do Ceará acha-se, aparentemente, relacionada a intrusões graníticas de idade brasiliana. Esses corpos intrusivos seccionam litotipos dos complexos Ceará, unidade Canindé, nas porções mais a norte; e Acopiara, nas regiões de Solonópole e Jaguaribe. Essas unidades são constituídas essencialmente por rochas paraderivadas de médio a alto grau metamórfico; e por corpos granitoides, de dimensões variadas, de idades neo e paleoproterozoicas.


Resultados Esperados

  • Relatório técnico com a descrição da potencialidade do Ceará para minerais pegmatíticos e que indiquem e delimitem as áreas mais favoráveis de conter mineralizações de interesse econômico.
  • SIG com todos os documentos cartográficos e informações a serem geradas durante a execução do projeto.



Referências Bibliográficas

BACCHIEGGA, I.F. et al. - Projeto Fortaleza. Relatório Final. Recife, DNPM/CPRM, 1976.
BEZERRA, A.T. & VASCONCELOS, P.W. - Etude Tecnic-economique preliminaire du gisement pegmatitique - Region Solonópole/Quixeramobim. Nancy, France. 1996. BRAGA, A. G. et al. - Projeto Fortaleza. Relatório Final.
DNPM/CPRM, Recife, 1977. V. III (partes I e II).
CAMPOS, M.de et al. - Projeto Rio Jaguaribe. Relatório Final. Recife, DNPM/CPRM, 1976.
MARINHO, J. M. L & SIDRIM, A. C. G. Estudos Gerais dos Pegmatitos da Região de Cristais (CE). Atas do X Simpósio de Geologia do Nordeste. Recife (PE), 1981; pp 13 a 25.
MORAES, J.F.de et al. - Projeto Levantamento dos Recursos Minerais do Estado do Ceará. Relatório Final. Recife.Gov.Estado do Ceará/CPRM, 1973.
MINTER (SUDENE) - Plano econômico-social de aproveitamento dos pequenos depósitos minerais do Nordeste Oriental. SUDENE/CPRM, Recife. 1984.
MME - Província Pegmatítica de Solonópole - CE.
DNPM, Fortaleza. 1984. 17p., il. SIDRIM, A. C. G. et al. Geologia dos pegmatitos de Metais Raros da Região W e NW de Solonópole (CE). Anais do XXXIV Congresso Brasileiro de Geologia, Goiânia, Goiás, 1986; V.5; pp 2283-96.


Execução do Projeto


Residência de Fortaleza

 

 

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.