Quartzo Industrial Dueré-Cristalândia - TO

Objetivo e Justificativas

O projeto tem como principais objetivos definir o controle dos depósitos de quartzo e caracterizar\qualificar este minério quanto ao grau de transparência (cristal de rocha ou quartzo transparente), paragêneses minerais e parâmetros químicos, visando a possíveis utilizações do material. A relevância do projeto insere-se no fato de sua área de localização estar em uma região com baixo índice de desenvolvimento humano, necessitando de regulamentação e fomento à atividade mineral, haja vista a forte atuação da atividade garimpeira na região como apoio à economia regional. Adicionalmente, o projeto é importante por seu ambiente geológico e metalogenético favorável para a presença desse bem mineral e pelo baixo conhecimento geológico das mineralizações.


Localização e Acesso


A área do projeto situa-se de oeste a sudoeste do estado do Tocantins, nos municípios de Dueré, Cristalândia e Pium, segundo as latitudes 10º a 11º30' e longitude 48º50' a 49º30'. Abrange parte das folhas Gurupi e Palmas (1:250.000). Localiza-se a 100 km da capital do estado de Tocantins, Palmas.
.


Geologia Regional

O enquadramento geotectônico é definido por unidades da faixa de dobramento Araguaia, de idade neoproterozoica, caracterizada por um conjunto litológico com evolução tectono-metamórfica progressiva e posicionando-se na porção ocidental do orógeno, compreendendo as formações Pequizeiro e Xambioá do Grupo Baixo Araguaia (fig.02). A Formação Pequizeiro, com importante distribuição na área pesquisada, é representada por uma sequência predominantemente metassedimentar, de baixo grau metamórfico, constituída por sericita quartzo xisto, sericita clorita xisto, apresentando xistosidade S1 bem desenvolvida e consistindo a rocha encaixante regional dos veios mineralizados. A Formação Xambioá é composta por biotita quartzo xisto, em contato tectônico de baixo ângulo com a Formação Pequizeiro.


Resultados Esperados

Com este estudo esperamos obter informações sobre os controles das mineralizações de cristal de quartzo e a obtenção de um modelo metalogenético consistente a ser aplicado em outros trabalhos de pesquisa. Adicionalmente, espera-se criar condições para viabilizar e fomentar a entrada de investimentos produtivos, tanto na forma de cooperativas locais de produtores, como empresas interessadas na produção e desenvolvimento de projetos industriais que estejam em sintonia com a formação de arranjos produtivos de base mineral local, geradores de empregos diretos e indiretos. O produto final será um relatório-síntese do estudo e um trabalho técnico a ser apresentado em congresso ou simpósio de âmbito nacional.


Referências Bibliográficas

Abdallah, S., 1996. Relatório sobre as mineralizações de cristal de rocha da região de Cristalândia-Pium e Ametistas de Pau D'arco (TO), Prisma mineração, relatório interno, inédito. Arcoverde, W.L., Schobbenhaus, C., 1997, Geologia do Quartzo. In: Principais Depósitos Minerais do Brasil, volume IV, parte C, pag. 315-324. Relatórios e planos de pesquisa de mineradores locais.


Execução do Projeto


Superintendência Regional de Goiânia

 

 

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.