Barão de Eschwege

Wilhelm Ludwig von Eschwege nasceu e faleceu na Alemanha. Ele foi aluno de Werner, o sistematizador da mineralogia. Geólogo e metalurgista, foi contatratado pelo governo português para reorganizar as minas em Portugal, tendo vindo ao Brasil em 1808 com a transferência da Corte, onde ficou até 1821.

Aqui no Brasil, como tenente-coronel engenheiro, foi nomeado intendente das minas de ouro e curador do gabinete de mineralogia que o governo fez instalar no Rio de Janeiro.

As suas maiores contribuições foram, entretanto, a construção da fábrica de ferro Patriótica, as inovações técnicas que introduziu nessa fábrica e em outras e, principalmente, a sua vasta obra escrita de pesquisas geológicas e mineralógicas, resultantes de viagens de exploração científica em Minas Gerais e São Paulo.
Eschwege foi o primeiro a assinalar a presença de manganês em Minas Gerais. Disso se sobressaem o monumental "Pluto Brasiliensi", primeira obra escrita sobre geologia brasileira, e "Contribuições para a Orografia Brasileira".

Todos os livros de Eschwege foram publicados na Europa, após o seu regresso.


Fonte
http://www.apgrj.org.br/


© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.