Karl Beurlen

O periódico "Estudos Geológicos" (Série B: Estudos e Pesquisas, V.8, p. 7-11) publicou a biografia de Karl Beurlen (1901-1985), transcrita por R.Q.Cobra, com a permissão de Maria do Carmo, uma das filhas do autor.

"Quis o destino que o XII Simpósio de Geologia do Nordeste ficasse impregnado da saudade do seu primeiro organizador, o insigne geólogo Karl Beurlen, falecido em Tübingen, na Alemanha, em 27 de dezembro do passado ano de 1985.

Certamente ao longo desse simpósio, iremos ouvir palavras mais luminosas em homenagem a esse homem extraordinário pela firmeza de caráter, capacidade de trabalho e 'saber de experiência feita', como pelo seu comportamento acolhedor e fidalgo, sua dedicação à família, aos colegas e aos alunos.

É possível que a razão da escolha de minha pessoa para esta oração em sua memória tenha sido influenciada pelo fato de haver levado ao saudoso cientista o convite para ministrar as cátedras de paleontologia e estratigrafia, quando primeiro coordenador do Curso de Geologia, na então Universidade do Recife, em 1957.

Em julho desse ano, por indicação dos ilustres e saudosos geólogos Luciano Jacques de Moraes e Wilhelm Kegel, fazia meu primeiro contato com o professor Beurlen, no Departamento Nacional da Produção Mineral, e outros em sua residência, em Niterói, num alto que dominava a praia de Icaraí, para onde ele descia, ao romper da aurora, a fim de colher as conchas recentes que também ajudam, dizia-me, a decifrar a história da Terra, muitas vezes escrita pelo mar, o que me faz lembrar um poema de Goethe: 'Dos solos ao mar, do oceano aos continentes, jogam-se os temporais com ímpeto profundo; zonas de assolações e criações potentes que desfaz e refaz perpetuamente o mundo'.

Nascido em 27 de abril de 1901 na cidade de Aalen, no sul da Alemanha, fez os estudos primários sob as vistas de seu pai, professor de matemática e ciências naturais, e do seu avô, teólogo e geólogo amador, de quem o neto imprimaria (sic), em sua memória, um tratado inédito de geologia geral.

O professor Karl Beurlen fez o Curso Ginasial na cidade de Tübingen, e foi também na famosa Universidade de Tübingen, fundada em 1477, que fez o curso de formação em Geologia, de 1919 a 1923, e o doutoramento, em 1923, recebendo o grau de doutor em Ciências Naturais, com tese Amonoides do Jurássico Superior da Alemanha Meridional.

É ainda na cidade de Tübingen dos castelos medievais que se casou com Anna Eleonore Bohöfer, que lhe dedicou a vida e o entusiasmo pelas suas pesquisas. Permaneceu o professor Beurlen na mesma universidade até 1925, publicando como resultado de suas pesquisas sobre amonoides, crustáceos e a estratigrafia do Jurássico oito trabalhos, que dariam início à sua projeção científica."


Fonte
http://www.cobra.pages.nom.br/geo-beurlen.html

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.