Pró-Equidade de Gênero e Raça



Já ouviu falar do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça?

Mas o que significa 'equidade'?
Equidade é um substantivo feminino com origem no latim aequitas. Significa igualdade, simetria, retidão, imparcialidade, conformidade. Equidade confere uma forma justa de aplicação do Direito, porque é adaptada à regra, a uma situação existente, na qual são observados os critérios de igualdade e de justiça. Em síntese, completa o que a justiça não alcança, tornando a aplicação das leis mais consciente, de forma a não prejudicar nenhuma das partes, por levar em conta todos os contextos envolvidos.

No que consiste o programa?
O programa, promovido pela Secretaria de Governo da Presidência da República, consiste na disseminação de novas concepções de gestão de pessoas, como forma de transformar a cultura organizacional de empresas. O ponto de incidência do programa é a superação da desigualdade de remuneração e de ocupação dos cargos gerenciais, em que a disparidade salarial e de acesso a cargos por mulheres, homens, negros e indígenas ainda é muito grande. A adesão é voluntária. Ao participar, a empresa elabora sua ficha-perfil e um Plano de Ação explicitando como vai desenvolver as ações de equidade de gênero e raça.

Por que a CPRM aderiu ao programa?
A empresa que executa as ações de maneira satisfatória, no período do programa, conta com uma marca de gestão eficiente: o Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça. Este selo contribui para o alcance de bons resultados econômicos, financeiros e socioambientais e também para a divulgação nacional e internacional (por meio eletrônico) sobre o compromisso assumido com a igualdade racial e entre mulheres e homens, constituindo uma boa reputação para a empresa.

Qual são os objetivos do programa?
  • Contribuir para a eliminação de todas as formas de discriminação no acesso, na remuneração, na ascensão e na permanência no emprego.
  • Conscientizar e incentivar empregadoras e empregadores em relação às práticas de gestão de pessoas e de cultura organizacional que promovam a igualdade de oportunidades entre mulheres e homens dentro das organizações.
  • Reconhecer publicamente o compromisso das organizações com a igualdade entre mulheres e homens no mundo do trabalho.
  • Promover a rede Pró-Equidade de Gênero e Raça.
  • Disponibilizar e divulgar um banco de práticas de igualdade entre mulheres, homens e raça no âmbito da gestão de pessoas e da cultura organizacional no mundo do trabalho.

O que uma empresa como a CPRM precisa para aderir ao programa?
  • Ser pública ou privada (média ou grande) com personalidade jurídica própria.
  • Estar em dia com as obrigações trabalhistas.
  • Não ter sofrido denúncia de trabalho escravo.
  • Não haver denúncia não apurada de abuso ou discriminação.


Acontece no Comitê
A CPRM possui um Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça. Fique por dentro das atividades do Comitê.


Veja Também

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.