Ouvidoria

Entre em contato com a Ouvidoria caso deseje enviar reclamação, denúncia, sugestão ou elogio sobre o Serviço Geológico do Brasil - CPRM.

A Ouvidoria da CPRM é o canal de comunicação que tem como função acolher e processar reclamações, denúncias, sugestões e elogios dos mais diversos públicos da CPRM. É um importante instrumento de controle social dentro da estrutura organizacional e uma valiosa ferramenta de gestão.

Formas de Contato

A Ouvidoria garante total sigilo de sua identidade, assim como confidencialidade de qualquer assunto que for conosco tratado.

  • Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Federal






  • Pessoalmente ou por carta:
    Avenida Pasteur, 404
    4º andar – Sala 1414
    Urca – Rio de Janeiro /RJ.
    CEP.: 22290-255
  • Por telefone:(21) 2546-0370
  • Por e-mail: ouvidoria@cprm.gov.br

Nossos Princípios

Conheça os princípios nos quais a Ouvidoria baseia suas atividades.

  • Ética - A Ouvidoria da CPRM entende a postura ética como único caminho para sua legitimação enquanto instância efetiva de comunicação entre a sociedade e a CPRM, promovendo uma relação dialógica franca, facilitando a participação social nos processos corporativos e contribuindo para maior transparência das ações institucionais.
  • Autonomia - A Ouvidoria da CPRM possui autonomia de ação e, desta forma, planeja e desenvolve suas atividades de maneira independente e sem ingerências.
  • Transparência - Ao propor uma comunicação franca e de fato dialógica, a Ouvidoria da CPRM se compromete com a verdade e com a abertura da instituição para a sociedade.
  • Impessoalidade - O trabalho da Ouvidoria tem como finalidade o interesse público e, desta forma, não diferencia as pessoas, dando a todos o mesmo tratamento e direcionando a resolução das demandas de forma sempre imparcial.
  • Confidencialidade - É nosso compromisso garantir ao cidadão que nos procura confidencialidade do assunto trazido ao nosso conhecimento, assim como total sigilo da identidade do manifestante.

Sobre a Ouvidoria

Veja abaixo as dúvidas mais frequentes.

Para que serve a Ouvidoria?

A Ouvidoria do Serviço Geológico do Brasil busca promover a satisfação do usuário, a partir da abertura da empresa para uma comunicação direta e dinâmica com vistas ao acolhimento responsável de reclamações, denúncias e sugestões. Consequentemente, contribui para o aperfeiçoamento constante dos processos, produtos e serviços da Companhia, percebendo nas críticas valiosas oportunidades de melhoria.

Qual o papel da Ouvidora?

A Ouvidora atende ao cidadão, procurando analisar e entender suas reclamações e sugestões, a fim de satisfazer as suas expectativas. Busca proteger os direitos individuais, agindo dentro da instituição a partir do contato direto com sua cúpula na busca de soluções para os casos concretos que se reflitam em melhorias no processo empresarial, evitando a repetição de erros.

Como funciona o trabalho da Ouvidoria?

Todas as manifestações recebidas são devidamente protocoladas e passam a constar em nossos arquivos sob um número específico, que é fornecido ao manifestante logo num primeiro momento. Cada manifestação é, então, analisada pela Ouvidora que, a partir daí, articula-se com as áreas internas pertinentes, cobrando soluções e buscando uma resposta que julgue ser satisfatória para o cidadão que nos procurou, no menor tempo possível. A Ouvidoria busca promover não apenas a satisfação da pessoa que trouxe a manifestação, mas melhoria nos processos internos da empresa, o que se reflete em satisfação para todos os usuários do serviço público.

Quem pode entrar em contato com a Ouvidoria?
Qualquer pessoa que tenha interesse pode manifestar-se junto à Ouvidoria do Serviço Geológico do Brasil. Recomendamos apenas que o interessado busque antes atendimento junto aos canais primeiros de comunicação que a CPRM dispõe.

Posso entrar em contato com a Ouvidoria sem me identificar?
Denúncias anônimas serão apuradas desde que contenham dados e informações suficientes que permitam uma adequada investigação.

Equipe da Ouvidoria

  • Carlos Oití Berbert - Ouvidor

    Formado em Geologia pela Universidade de São Paulo (USP) em 1963, com pós-graduação pela mesma Universidade e especialização nos Estados Unidos e Canadá, Carlos Oití Berbert começou sua carreira profissional trabalhando na Petrobras e ICOMI. Também foi professor na Universidade Federal do Pará (UFPA) e na Universidade Católica de Goiás (UCG). Em 1967 trabalhou para o Departamento Nacional de Produção Mineral, do qual foi diretor de Geologia e Mineralogia entre 1982 e 1990. Entre 1990 e 1999 foi diretor-presidente da CPRM. À frente da instituição, com o apoio da Diretoria Executiva, empregados e Conae, liderou os esforços para a mudar a lei de criação da CPRM e torná-la uma empresa pública, com atribuições de Serviço Geológico do Brasil. Durante sua gestão introduziu o conceito de geologia social nos projetos da empresa. Oití foi coordenador-geral das Unidades de Pesquisa do Ministério da Ciência e Tecnologia. Possui larga experiência nas áreas de Geociências, com ênfase em Geologia e Prospecção Mineral e em Política e Gestão de CT&I, onde vem atuando mais diretamente desde o início de 1999, quando foi assessor técnico da Presidência do CNPq e coordenador-geral dos institutos de ciências do MCT. Participou de várias Comissões e Comitês Nacionais e Internacionais, como, por exemplo, o “International Geological Congress - IGCC"( de 2000 a 2012) do "International Year of Planet Earth- IYPE" (2007- 2010) e o ITV Instituto Tecnológico da VALE, do qual é Conselheiro. Foi Vice-Presidente da Comissão da Carta Geológica do Mundo para a América do Sul durante dez anos e ajudou a criar o Programa Antártico Brasileiro (1984), do qual foi relator para a Área de Ciências da Terra durante dez anos. Entre 2012 e 2017 atuou como consultor e coordenador-geral de Geologia no Plano Nacional de Geologia de Angola – (PLANAGEO), do qual foi um dos elaboradores.

    E-mail: carlos.berbert@cprm.gov.br


  • Cinara Santos da Silva - Ouvidora Assistente

    Graduada em Comunicação Social, habilitação Jornalismo, pela PUCRS, Cinara Santos é mestre em Psicanálise e Sociedade pela Universidade Veiga de Almeida e especialista em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas. Acumula mais de 20 anos de experiência em comunicação empresarial, produção e reportagem em emissoras de rádio e jornal impresso. Atualmente é a responsável, na CPRM, pelo acompanhamento e publicidade das informações requeridas pela Lei de Acesso à Informação no sítio da empresa, relativas à transparência ativa, e é assistente do titular da Ouvidoria.

    Foi uma das responsáveis pela implementação da Lei de Acesso à Informação (LAI) na instituição, sendo nomeada Autoridade Responsável pela LAI desde então. Também na CPRM atuou por seis anos como coordenadora da Assessoria de Comunicação Social desenvolvendo atividades nas áreas de assessoria de imprensa e comunicação interna. Na Ouvidoria, implementou ações para ampliar o relacionamento com a sociedade por meio de consultas e pesquisas junto à comunidade científica e participou da implementação do Sistema de Ouvidorias (e-OUV) e do Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC).

    Iniciou sua carreira em Porto Alegre na produção e reportagem das rádios Bandeirantes e Gaúcha. Posteriormente, assumiu a Subeditoria do jornal OSUL.

    Currículo Lattes. ID Lattes: 8641912825395216.

    E-mail: cinara.santos@cprm.gov.br



  • Júlio Fernandes Lima – Analista em Geociências

    Júlio Fernandes Lima tem formação na área de Comunicação Social, com habilitação em Relações Públicas, pela UERJ. Também é formado em Letras, com licenciatura em Inglês pela Universidade Estácio de Sá, e tem pós-graduação lato-sensu em Tradução de Inglês pela Faculdade Gama Filho. Ingressou no Serviço Geológico do Brasil (CPRM) em 2010 como relações-públicas. Já trabalhou em diversas instituições públicas, como Petrobrás, Telerj e Prefeituras de Queimados e Mesquita.

    E-mail: julio.lima@cprm.gov.br


  • Secretária

    Cecília Quaresma Guimarães de Castro - E-mail: cecilia.castro@cprm.gov.br


  • Estagiárias

    Júlia Melo Marini - E-mail: julia.marini@cprm.gov.brr

    Gabriela Marques - E-mail: gabriela.magalhaes@cprm.gov.br


Ouvidoria em Números

Estatísticas Ouvidoria (e-OUV):


Links Úteis

  • Imprimir