Saiba Mais - Sistema de Informações de Águas Subterrâneas – SIAGAS

O Serviço Geológico do Brasil - CPRM tem a missão de gerar e difundir o conhecimento geocientífico, com excelência, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e para o desenvolvimento sustentável do Brasil, sendo no âmbito dos recursos hídricos o responsável pelo Sistema de Informações de Águas Subterrâneas – SIAGAS.

O SIAGAS foi criado com o objetivo de coletar, consistir, armazenar e disponibilizar dados e informações georreferenciadas de pontos d’água (subterrânea); inicialmente para dar suporte à elaboração de mapas hidrogeológicos inseridos no Programa Levantamentos Geológicos Básicos da CPRM e, posteriormente, para atender às demandas dos usuários oriundos da área de recursos hídricos e correlatas.

O SIAGAS, por meio de sua ferramenta de disponibilização e interpretação de dados, permite a elaboração/visualização de diversos mapas que auxiliam na gestão dos recursos hídricos subterrâneos, uma vez que essa atribuição e responsabilidade, no Brasil, pertence aos órgãos estaduais (secretarias e/ou institutos de meio ambiente). Uma das preocupações prioritárias, desde o início do desenvolvimento desse sistema, foi fornecer aos gerentes e tomadores de decisões informações cada vez mais qualificadas e relevantes. Dessa forma, a filosofia adotada foi de abordagem de um banco de dados estruturado em um modelo de dados com conteúdo abrangente, de modo a permitir maior flexibilidade, racionalização e intercâmbio com outras bases de dados.


Justificativa

A CPRM, com atribuições de Serviço Geológico do Brasil, desempenhou nacionalmente um papel muito importante na área de perfuração de poços para água. Os profissionais vinculados a essa área de trabalho receberam capacitação em engenharia de perfuração na Petrobrás, atingindo um nível técnico considerado de excelência no setor. A quantidade de informações de excelente qualidade, oriundas da atuação da CPRM na perfuração de poços, motivou a ideia da criação de um banco de dados para resguardar esse conhecimento. Tal ideia evoluiu a partir da necessidade de informações hidrogeológicas para compor mapas temáticos no âmbito do Programa de Levantamentos Geológicos Básicos - PLGB, a maior parte coletada em instituições vinculadas à área de água subterrânea. Surgiu, então, o SIAGAS.

Inicialmente, atendia apenas às necessidades internas, entretanto, à medida que aumentava a quantidade de dados, evoluía a convicção de que a CPRM, em função de seu perfil, era a única instituição brasileira com estrutura para arcar com a responsabilidade de criar, administrar e disponibilizar uma base de dados nacional de água subterrânea, anseio de toda a comunidade hidrogeológica e de perfuradores de poços. Nesse sentido, o Departamento de Hidrologia - DEHID iniciou nacionalmente, através das 11 Unidades Regionais, um programa sistemático de alimentação da base de dados, acelerando a coleta externa de informações.


Objetivos

O Sistema de Informações de Águas Subterrâneas – SIAGAS é uma ferramenta utilizada, de forma descentralizada, para coleta, consistência, armazenamento e difusão de dados e informações hidrogeológicas, visando atender aos seguintes objetivos:

  • Realizar, utilizando os módulos do SIAGAS e outras rotinas pré-estabelecidas, o cadastramento, a consistência e a alimentação da base de dados central dos poços, de acordo com as metas acordadas, credenciando o Serviço Geológico do Brasil como principal referência em termos de base de dados hidrogeológica do país.
  • Promover a alimentação sistemática da base central de dados, mediante um processo contínuo de fluxo de dados, garantido por regras de segurança e integridade do sistema de organização e alimentação.
  • Promover ações internas e externas visando consolidar o SIAGAS como o sistema de informações de referência de águas subterrâneas, seja na pesquisa, no estudo e na produção de mapas hidrogeológicos, em ambiente SIG ou através de articulações interinstitucionais visando à contínua alimentação da base de dados.
  • Desenvolver, a partir da base de dados regional do SIAGAS, mapas de águas subterrâneas regionais e formas de apoio técnico aos órgãos gestores estaduais, no âmbito dos instrumentos de gestão de recursos hídricos subterrâneos.
  • Direcionar a coleta de informações para o enriquecimento da base de dados, principalmente relativos aos perfis litológico e construtivo e dados hidrodinâmicos e hidroquímicos.
  • Fortalecer os instrumentos de cooperação técnica com os órgãos gestores e intervenientes em recursos hídricos.

Atividades

O projeto tem como escopo de trabalho:

  • Revisão das rotinas e processos de consistência
  • Capacitação e treinamento
  • Consistência da base de dados
  • Alimentação das bases regionais
  • Avaliação e suporte técnico à alimentação e consistência dos dados
  • Alimentação da base central de dados de poços
  • Produção de mapas temáticos de hidrogeologia em ambiente SIG

Produtos

Todo o conteúdo do projeto pode ser encontrado no site SIAGAS, o qual permite fácil acesso à informação on-line, possibilitando pesquisas hierarquizadas, tanto pontuais como espaciais, viabilizando aos usuários utilizá-la numa ampla gama de aplicações, desde a gestão e o monitoramento das águas subterrâneas até os estudos de avaliação hidrogeológica e de oferta de água.

Serão gerados os seguintes produtos a partir desse projeto:

  • Base de dados nacional de águas subterrâneas
  • Número de poços consistidos
  • Número de poços cadastrados
  • Número de poços com enriquecimento de dados
  • Relatório de visita técnica

Benefícios

  • Agregação de valor à Base de Dados de Poços
  • Instrumento de apoio à gestão racional dos recursos hídricos subterrâneos
  • Insumo para a elaboração dos mapas temáticos em hidrogeologia
  • Apoio à Política Nacional de Recursos Hídricos

Conclusão

Espera-se, como trabalho futuro, o desenvolvimento das seguintes atividades:

  • Cadastro e inclusão de poços novos para cumprimento das metas anuais
  • Consistência e enriquecimento do banco de dados
  • Implantação da nova plataforma SIAGAS/MODDAD (cadastro de poços em módulo on-line e descentralizado, através de administradores do banco de dados)
  • Fortalecimento dos termos/acordos de cooperação técnica com os órgãos gestores estaduais de recursos hídricos e de meio ambiente
  • Levantamento de informações de poços através de parcerias com empresas públicas e privadas

  • Imprimir