Rede Integrada de Monitoramento das Águas Subterrâneas - RIMAS

A Rede Integrada de Monitoramento das Águas Subterrâneas - RIMAS envolve uma série de atividades sistemáticas e de caráter continuado, que vão desde a seleção dos aquíferos e das regiões monitoradas, passando pelas locações e pelos estudos diagnósticos para perfuração dos poços, até a implantação e operação das estações de monitoramento e coleta, além da consistência e disponibilização das informações dos poços.

Constitui um procedimento de grande importância para a gestão dos recursos hídricos, proporcionando a reunião de informações qualitativas e quantitativas do meio hídrico subterrâneo e permitindo avaliar os impactos das atividades antrópicas e alterações climáticas nos sistemas aquíferos. Da mesma forma, os resultados do monitoramento propiciam, a médio e longo prazos, a identificação de impactos às águas subterrâneas em decorrência da explotação ou das formas de uso e ocupação dos terrenos e da estimativa de disponibilidade do recurso hídrico subterrâneo, dentre outras informações.

Em síntese, esse monitoramento tem um claro alinhamento com a missão do Serviço Geológico do Brasil - CPRM de ampliar o conhecimento hidrogeológico, gerando e difundindo conhecimento.



Veja Também

Contato e Informações

Daniele Tokunaga Genaro
E-mail: daniele.genaro@cprm.gov.br

  • Imprimir