Terça-feira, 12 de julho de 2022

Comitê de Pró-equidade de Gênero e Raça participa de ações voltadas a jovens em condições de vulnerabilidade social e econômica

Geóloga do Serviço Geológico do Brasil, Lila Queiroz, participa de cerimônia de formatura do  Programa de Mentoria Voluntária de Furnas

O Comitê de Pró-equidade de Gênero e Raça, do Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM), participou, de modo virtual, no dia 27 de junho, da formatura de jovens em situação de vulnerabilidade social. A ação é uma iniciativa do Programa de Mentoria Voluntária de Furnas, que tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento de jovens em situação de fragilidade social e econômica. As representantes do Comitê, Lila Queiroz e Nathália Roitberg, estiveram presentes.

A geóloga Lila Queiroz, que acompanhou a formatura, ressaltou a importância da ação. “Além de poder atuar em prol da justiça social, a nossa participação foi importante para avaliarmos o que as outras empresas estão desenvolvendo na área de voluntariado. A ideia é aproveitar as melhores práticas no programa de voluntários que está em implantação no Serviço Geológico do Brasil, explicou Lila.

Durante o projeto, os alunos foram acompanhados por mentores, ao longo de três meses, participando de atividades para desenvolverem seus próprios projetos de vida. No decorrer do processo, participaram de atividades de autoconhecimento, com identificação de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças; receberam apoio para escolha da área profissional, com avaliações de competências, interesses e perspectivas; criaram seus planos de ação, com metas pessoais e profissionais, e planejamentos de carreira; elaboraram seus currículos; participaram de simulações de entrevistas de emprego; e receberam dicas de comportamento no trabalho.

Ainda em junho, nos dias 28 e 29, representantes do Comitê de Pró-Equidade de Gênero e Raça participaram da Oficina de Linguagem Inclusiva e Não Sexista (LINS), promovida pela Agência Alemã Cooperação (GIZ). O advogado da Consultoria Jurídica (COJUR) do SGB-CPRM, Bruno Schoenwetter, e a assistente social, Rafaela Neves, estiveram presentes.

A Iniciativa da GIZ busca a equidade, fator social do ‘Environmental, Social and Governance (ESG)’, que estabelece um conjunto de práticas exercidas por organizações engajadas com o desenvolvimento sustentável e com o bem-estar social.

Amanda Rosa
Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
Ministério de Minas e Energia
imprensa@cprm.gov.br
  • Imprimir