Conselho de Defesa Sul-Americano – CDS

O Conselho de Defesa Sul-Americano – CDS é um mecanismo que busca fomentar o intercâmbio no campo da segurança entre os países que compõem a União de Nações Sul-Americanas – UNASUR, tais como a elaboração de políticas de defesa conjunta, intercâmbio de pessoal entre as Forças Armadas de diferentes países, realização de exercícios militares conjuntos, participação em operações de paz das Nações Unidas, troca de análises sobre os cenários mundiais de defesa e integração de bases industriais de material bélico, medidas de fomento de confiança recíproca, ajuda coordenada em zonas de desastres naturais, entre outros.

O Conselho de Defesa não é uma aliança militar convencional como a OTAN, mas exige como esta certa coordenação militar regional. Seus estatutos preveem decisões acordadas por consenso e um encontro anual com os respectivos ministros da área de defesa dos seguintes países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Uruguai, Suriname e Venezuela.

O Plano de Ação do CDS para o ano de 2013 apresentou as seguintes inicativas aprovadas, subdivididas em 04 (quatro) eixos principais, a seguir definidos: (i) Politicas de defesa; (ii) Cooperação militar; (iii) Ações humanitárias e operações de paz e indústria; e (iv) Tecnologia da defesa, formação e capacitação.

Dentre as ações estabelecidas no eixo (ii) Cooperação militar inclui-se a criação de um Grupo de Trabalho (GT) para construção de um mecanismo de resposta aos desastres naturais, através da elaboração de mapas de risco de desastres naturais para cada Estado-Membro do CDS, tendo em vista o aperfeiçoamento de medidas para a cooperação militar em ações humanitárias no âmbito da América do Sul e o intercâmbio de experiências na questão.

Tendo em vista a posição da CPRM inserida nas ações do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais, a Empresa tem participado das reuniões a convite do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, do Ministério da Defesa.

Atendendo convite do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas Brasileiras, em outubro de 2013 dois (02) representantes da CPRM, diretor e um técnico, viajaram a Lima, Peru, como membros da delegação brasileira, para participarem da III Reunião de Trabalho do CDS/UNASUL. Sob a coordenação do Diretor Executivo do CDS, da delegação do Peru, estiveram presentes no evento representatividade dos Estados-Membros dos países integrantes do CDS: Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Uruguai e Venezuela, além do Brasil. Técnicos de instituições peruanas do Instituto Nacional de Geologia, Mineração e Metalurgia (INGEMMET) e Centro Nacional de Estimação, Prevenção e Redução de Riscos e Desastres (CENEPRED) também participaram da reunião.

A Reunião de Trabalho com o tema “Elaboração de Mapas de Risco de Desastres Naturais na América do Sul”, no nível de cada país sul-americano, objetivou a discussão conjunta para definir procedimentos técnicos e metodologia padronizada, bem como a implementação de mecanismos tecnológicos que permitam a difusão, transferência e acessibilidade desse conhecimento entre os países membros da UNASUL.
No primeiro dia de trabalho representante de cada país membro expos sua metodologia de trabalho como segue:
  • Argentina: mapeamento de áreas sujeitas a incêndios florestais;
  • Brasil: geração de mapas de suscetibilidade;
  • Bolívia: mapeamento de riscos e desastres naturais e a importância do sistema SINAGER;
  • Chile: processos causadores de riscos e desastres naturais;
  • Peru: sistema SIGRID e sua importância sobre cadastramento de desastres naturais;
  • Venezuela: mapeamento e geração de mapas de áreas de riscos geológicos relacionado com eventos extremos.

No segundo de dia de trabalho, durante a “mesa redonda” foram discutidos os seguintes temas:
  • Chile, Colômbia, Peru: sismos e tsunamis;
  • Peru: fenômeno “El Nino”;
  • Argentina, Brasil, Colômbia, Peru, Venezuela: inundações e movimentos de massa;
  • Venezuela, Peru: incêndios florestais e frio extremo.
No final dos trabalhos foi acordado pelos presentes a apresentação do mapa de riscos por cada países membro na próxima reunião a ser realizada em abril de 2014.

Em abril de 2014, em atendimento ao convite do Secretario Executivo Pró-Tempore do CDS, do Peru, representantes da CPRM (diretor e técnico) participaram da Reunião temática “Elaboração do Atlas de Mapas de Risco de Desastres Naturais na América do Sul”, realizada em Lima, Peru. Além do Brasil os seguintes países membros participaram do evento: Argentina, Chile, Equador, Paraguai, Peru, Suriname e Venezuela.

O representante da CPRM proferiu palestra sobre “Sistema Integrado de Dados de Prevenção de Desastres Naturais – SID”, abordando a estrutura de banco de dados e visualizador via web. Discorreu também sobre as metas da CPRM para a setorização de risos geológicos em 812 municípios entre 2011 a 2014; critérios de mapeamento; metodologia de trabalho; classificação de tipologias de processos; e geração de mapas. Por fim, disponibilizou os links para acesso ao SID e colocou-se a disposição para ministrar curso de capacitação para os integrantes do CDS.

Na conclusão dos trabalhos foi apresentada a matriz de compromissos a ser assumidos por cada países membro do CDS com vistas à elaboração do Atlas de Mapas de Risco de Desastres Naturais na América do Sul”. Finalizando foi acordado e aprovado estabelecer-se a integração entre o SID-SIGRID.


Veja também





© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.