Projeto CPRM-UFRGS

Início: 06/2005; Término: 03/2006; Duração: 9 meses




Objetivo e Justificativas

A presente proposta tem por objetivo gerar produtos de mapeamento geológico e cadastramento de recursos minerais da área da Folha Gravataí, em escala 1:100.000. Nesta área foram desenvolvidos trabalhos individuais de pesquisa e pós-graduação; e mapeamentos regionais dos projetos Turfa, Pró-Guaíba e PLGB, que cobrem mais de 55% da folha.

Destaca-se também o acervo de material de sondagem, realizado durante o Projeto Carvão (DNPM/CPRM, década de 80), que amostrou a estratigrafia da Bacia do Paraná e sills relacionados ao magmatismo Serra Geral. Ainda, trabalhos de pós-graduação e outros projetos de pesquisa realizados pela UFRGS e pela CPRM geraram um banco de dados com mais de 60 análises geoquímicas e 60 análises isotópicas. Esse projeto prevê compilar e integrar os dados geológicos já existentes e detalhar áreas-chave com mapeamento. A finalidade desse trabalho é cadastrar e descrever os sills e lavas do magmatismo mesozoico da Bacia do Paraná na região. A importância do mapeamento desta folha e do detalhamento de áreas-chave deve-se ao grande potencial econômico par Ni-Cu-(EGP) de intrusões associadas a grandes províncias ígneas (vulcanismo de platô).


Metodologia

 

1. Coleta e organização das informações já disponíveis sobre as áreas a serem mapeadas, envolvendo cadastramento de recursos minerais, geofísica, trabalhos já executados, entre outros.

2. Trabalhos de campo de mapeamento geológico e cadastramento de recursos minerais, que consistem em:

  • Determinar os conjuntos litológicos por meio de técnicas de campo da estratigrafia, geologia estrutural e petrografia, com o apoio de técnicas e dados do sensoriamento remoto, microscopia ótica, geocronologia, geoquímica e geofísica;
  • Estabelecer o empilhamento e o arranjo lateral dos conjuntos litológicos em unidades com hierarquia estratigráfica;
  • Identificar a distribuição espacial e relações cronoestratigráficas das rochas ígneas;
  • Descrever o acervo estrutural e metamórfico dos conjuntos litológicos;
  • Escrever as ocorrências e depósitos minerais, destacando seus controles litoestruturais, como base para avaliação do potencial mineral da área;
  • Interpretar a evolução geológica da região.

 

3. Apresentação de mapa geológico e cadastramento de recursos minerais em GIS, além de relatório final.


Resultados Esperados

A execução do projeto gerará, no mínimo, os seguintes dados:


Folha Petrografia Geoquímica Razões Nd Calcografia Datações U-Pb

SH-22-X-C-IV Gravataí

40
30
20
2
2

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.