Quinta-feira, 02 de fevereiro de 2017

CPRM divulga boletim de monitoramento do rio Madeira

 Equipe de hidrologia durante trabalho de medição do Rio O boletim de monitoramento do sistema de Alerta Hidrológico da Bacia do Rio Madeira, divulgado nesta quarta-feira (1/2), marca o início da operação de alerta preventivo do Serviço Geológico do Brasil (CPRM). O informe aponta que o nível do rio é de 11.54 metros, 1.70 abaixo da cota média esperada para este período do ano.

“A expectativa é que o rio fique dentro dos níveis normais para esta época do ano e não tenhamos uma cheia,” avaliou o engenheiro da CPRM, Franco Buffom, durante coletiva para a imprensa na sede da CPRM em Porto Velho. Buffom explica que dados do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), apontam para chuvas normais este ano na região, “se isso acontecer o nível do rio não deve atingir 17 metros que é a cota de inundação”, disse.

 Série histórica de níveis do rio Madeira – A séria histórica da CPRM aponta que o nível de transbordamento do Madeira em Porto Velho e região é de 17 metros. Em 2014, a CPRM registrou a maior enchente com o nível do rio atingido em 19,69 metros. Já em 2016, o rio sofreu uma severa estiagem com cotas mínimas de 1.97 metros, ficando apenas atrás dos 1.63 registrado em 2005.

Monitoramento na Bacia do Rio Madeira – a CPRM monitora os principais rios do país por meio do Sistema de Alerta de Eventos Críticos (SACE), entre eles, o Madeira. O SACE é capaz de coletar, armazenar, analisar e divulgar os dados das estações automáticas coletados pelos equipamentos hidrometeorológicos. Em Rondônia seis estações localizadas em Porto Velho, Abunã, Morada Nova, Guarajá Mirim, Príncipe da Beira e Pedras Negras realizam o monitoramento do Madeira.

O alerta emitido pela CPRM é de caráter preventivo e contribui para informar a população sobre enchentes, inundações e secas e assim mitigar danos materiais e risco para populações que vivem em regiões banhadas por grandes rios, como o Madeira. Os dados são divulgados por meio de boletins e relatórios para agências governamentais, instituições públicas e privadas, defesa civil estadual e municipal e cidadãos como forma de prevenir a população sobre enchentes e secas.

 Mapa do rio Madeira O rio Madeira é o maior afluente do rio Amazonas. Também é o rio com maior carga de sedimentos do mundo e está em permanente processo de erosão e sedimentação com a formação de ilhas. Além disso, possui uma grande oscilação sazonal de níveis e vazões, intensificando os processos de sua dinâmica fluvial.

Em Porto Velho, o monitoramento acontece desde 1967. As estações de monitoramento são compostas de réguas de medição instaladas nas margens do rio, onde diariamente são realizadas duas leituras da cota em que o rio se encontra a cada momento, além, de equipamentos que enviam as informações via satélite em tempo real.

Sobre a CPRM - empresa pública vinculada ao Ministério de Minas e Energia, o Serviço Geológico do Brasil, ou simplesmente CPRM, nome advindo da razão social Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais, tem como missão gerar e difundir o conhecimento geológico e hidrológico básico necessário para o desenvolvimento sustentável do Brasil.

A instituição conta com unidades regionais em diversos estados, entre eles Rondônia, onde desde 1970, a residência de Porto Velho atua em diversos projetos relacionados ao mapeamento do potencial mineral do estado e também na área de hidrologia.


Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
(61) 2108-8400/98659-7240

© Copyright CPRM 2016. Todos os direitos reservados.