Quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

CPRM realiza curso de metalogênese regional em parceria com a Universidade Federal de Ouro Preto

Participantes e instrutores do curso de Metalogênese Regional na escadaria de acesso ao DEGEO-UFOP Foi realizado entre os dias 26/11 e 15/12 em Ouro Preto (MG) a edição 2018 do curso de aperfeiçoamento em Metalogênese Regional, promovido pela Diretoria de Geologia e Recursos Minerais do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) com suporte do Departamento de Geologia da Universidade Federal de Ouro Preto (DEGEO-UFOP). 29 geólogos de unidades da CPRM de todo o país, além de dois alunos convidados do DEGEO-UFOP, participaram do treinamento.

O curso abordou o estudo da metalogênese a partir da ótica dos sistemas minerais, em aulas teóricas e práticas, com o objetivo de capacitar seus participantes nas técnicas de reconhecimento de controles críticos das mineralizações nas escalas de província e distrito e na geração de mapas de favorabilidade. Foram introduzidos conceitos inovadores de quantificação de recursos minerais não descobertos e de valoração econômica do potencial mineral na escala regional.

Prof. Dr. Marco Fonseca, Chefe do DEGEO-UFOP na abertura do curso Os conteúdos foram divididos em sete módulos, ministrados por especialistas da CPRM e convidados da UFOP e do setor mineral: sistemas minerais e seus footprints (Dr. Gustavo Melo, UFOP), metalografia (Dr. Jorge Laux, CPRM), prospecção geoquímica (Dr. Cassiano Castro e Dr. Eduardo Marques, CPRM), geofísica aplicada à metalogênese regional (Dr. Luiz Gustavo Pinto, CPRM), métodos analíticos aplicados à metalogênese regional (Dr. Evandro Klein, CPRM), análise estrutural de distritos e províncias minerais (Dr. Felipe Tavares, CPRM) e modelos de favorabilidade e mineral assessment (Dra. Juliane Uchôa, consultora independente).

O curso incluiu também uma visita de campo aos depósitos de ouro e ferro do Quadrilátero Ferrífero próximos à cidade de Ouro Preto, representativos de diferentes sistemas minerais, onde foi possível aplicar os conteúdos abordados nas aulas teóricas e práticas. A condução do campo também contou com a colaboração de professores e pós-graduandos da UFOP e especialistas da empresa AngloGold Ashanti.

Segundo o organizador do curso e Chefe da Divisão de Geologia Econômica da CPRM (DIGECO), Felipe Tavares, foi possível consolidar um grupo de pesquisadores e pesquisadoras para atuar em projetos temáticos na área de metalogênese: “Todos os conteúdos foram pensados de forma encadeada, permitindo aos participantes compreender como usar diversas ferramentas disponíveis para realizar estudos específicos de metalogênese nas escalas que usualmente trabalhamos na empresa (regional e semi-detalhe) e para gerar modelos de favorabilidade econômica. Esse grupo está apto a trabalhar dentro dos projetos da CPRM para buscar a excelência na área dos recursos minerais”.

Felipe Tavares (DIGECO) dando início ao treinamento Felipe acrescentou ainda que uma das principais funções dos produtos supervisionados pela DIGECO é contribuir para a redução do risco exploratório e potencialmente contribuir para uma maior assertividade dos projetos de prospecção e exploração do setor mineral. “Nesse sentido, buscamos introduzir novos conteúdos que iremos trabalhar nos próximos anos, como a valoração de recursos não descobertos, que pode ser um importante instrumento de gestão para os tomadores de decisão da indústria da mineração”.

O professor e pesquisador do DEGEO-UFOP, Dr. Gustavo Melo, ressalta a importância do curso de capacitação para os geólogos da CPRM: “A compreensão dos processos geológicos responsáveis pela gênese de depósitos minerais pode trazer uma nova visão para os geólogos da CPRM. Isso certamente se refletirá nos produtos lançados pelo serviço geológico, que possivelmente trarão novas perspectivas para os recursos minerais no Brasil”. Em sua parte do curso, o professor abordou o conceito de sistemas minerais e a relação com os processos geológicos cruciais na formação de depósitos minerais.

Geólogos participantes do treinamento A pesquisadora em geociências da CPRM, Débora Matos, foi uma das participantes e afirmou: "foi enriquecedor participar desse curso, os conteúdos que foram ministrados são muito relevantes para minhas atividades na CPRM e acredito que com a adoção dessas novas técnicas apresentadas, a CPRM dará um grande salto de qualidade em seus produtos”.

Assessoria de Comunicação
Serviço Geológico do Brasil - CPRM
asscomdf@cprm.gov.br
(61) 2108-8400
  • Imprimir

© Copyright CPRM 2016-2019. Todos os direitos reservados.